domingo, 3 de janeiro de 2010

Historia de uma base "ruin"!! Inverno 2010...

-----------------------------------------
....Continuação da Historia de uma base ruin!!
-------------------------------------------------------------------------------

FASE 1


*******************************************

Inverno 2010

*******************************************


De passagem pela ainda residencia da Nossa Oliveira(que estou a trabalhar com vistas a uma Olea Europaea naturalista para os meus netos),fiz a observação do seu estado e comportamento.

Continua a evoluir.
A primeira observação que fiz,foi o desenvolvimento das ramas.Se estavam a engrossar ao ritmo que pretendo.
O resultado é satisfatório,a sobredossagem de alimento organico, acompanhado de um desenvolvimento livre das raizes,está a reprecurtir-se na parte aeria.

10-02-2010






A segunda observação foi a analise de posicionamento de novos brotes/ramos, para escolha dos futuros troncos.

Também foi satisfatório!!

 4 ramos já posicionados para se investir neles para a formação dos futuros troncos da arvore.(E dois brotes de reserva para se algo correr mal)

10-2-2010

Tendo assim os ramos base, para fazer a arvore.
 Irá ser toda formada apartir de apenas 4 troncos,que se encontram escolhidos desde esta fase.

10-02-2010



A terceira observação deu-se nas ramas mais desenvolvidas.A procura da existencia de algum ramo secundario com possibilidades de aproveitar, para uma segunda fase em busca de conecidades.
Apenas descobri um,que o posicionei com vistas ao futuro.


E por ultimo e para agendar proximos passos...Pensei  apenas....

Como resolução de agenda:
A continuação por mais uma epoca no seu solo á base terra vegetal ,mas que tem sido suficiente e eficaz, para com bastante alimento fazer a proxima epoca.Evitando mexer nas raizes, e chegar ao objectivo da primeira fase,que é simplesmente aumentar o diametro das ramas até ao ponto nesseçario para podar, a poucos centimetros do tronco.Trabalhando as conecidades,apartir de poda "corta e cresce".

Continua.....
Por aqui no seu "diario" internautico, apenas no final do proximo Outono,deve ter direito a registo.

Historia de uma base ruin...
A nossa Oliveira


INICIO     MENU

y

2 comentários:

saikoi 13 de fevereiro de 2010 às 10:05  

olá sousa*

essa olea está a crescer muito bem e os ramos a engrossarem a olhos vistos,é sinal que a estás a tratar bem,olha,eu penso que é uma olea "sylvestris" e não uma olea "europaea",não? parabéns pelos trabalhos,cultivo e por partilhares com o pessoal,1 grande abraço*

Rodrigo Sousa 13 de fevereiro de 2010 às 22:13  

Pedro,só tenho a agradeçer o teu comentario positivo,fico contente.
A varidade tens razão é das Silvestres,mas o genero é também Europaea como as de cultivo e as Africanas.
Confusão de nomes,mas se não fossem sub-dividindo as plantas em categorias nimguém se entendia.

Um abraço grande,e claro vai aparecendo.

eXTReMe Tracker

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP