sábado, 1 de outubro de 2011

KINTALL Big Brother - EPISODIO DÉCIMO TERCEIRO



EPISÓDIO DÉCIMO TERCEIRO
VIVEIROS - HORTOS
PLANTAS FOLHOSAS



Um aficionado á pratica do Bonsai,tem um infinito trabalho com o seu hobby ou arte para alguns.
Existe sempre uma planta para redesenhar,uma frente para mudar,um tronco para retirar um novo solo para ensaiar,uma nova base para trabalhar,um local para visitar,etc..
Pois o meu dia a dia ,com as plantas que tenho como objetivo fazer um Bonsai ,que me dê prazer criar ao longo dos anos e actividades inerentes.
Vou publicando em formato Big Brother, episódios que tenho relacionados com tudo o que está á volta das arvores.

Nas numerosas situações que estão relacionadas com a arte,mesmo algumas que não o pareçam, como o simples observar de uma paisagem ou alguma conversa com um velho agricultor, hoje o meu dia Bonsaista foi dedicado ao passeio dentro de alguns terrenos cercados, onde o relogio chega a andar a uma velocidade alucinante,tranformando horas em minutos a rebuscar as plantas expostas para venda.

Desde dia 21 de Setembro que no hemisfério Norte todos sem excepção entraram na minha estação do ano predileta para passar alguns tempos livres a vasculhar plantas folhosas nos Viveiros e hortos que possa visitar.


Normalmente o que busco numa folhosa é apenas e somente o tronco e as saidas dos ramos.Sendo o restante para retirar.
O que faz com que os viveiros sejam lugares excepcionais para passar um bocado a olhar para baixo,mesmo que acima estejam mais 2 ou 3 metros da mesma planta.



Grande parte das arvores folhosas permitem este procedimento,nas arvores caducas é mesmo uma percentagem altissima que admite a poda drástica.
Claro com algumas exceções,o que busco numa folhosa seja recolhida da natureza,seja de que forma for é um tronco e alguma/algumas ramas primarias que ache agradavel para apartir daí ensaiar a construção de toda uma nova ramificação.

Pois os viveiros de arvores ou hortos são lugares magnificos para procurar bases de especies de plantas folhosas para trabalhar  .



Algumas arvores esquecidas em vasos durante anos.
Por vezes tantos que apenas um "procurador de bases para Bonsai" acaba por comprar o pobre arbusto ou arvore desprezada, a preços irrisórios.
Problemas de estectita que faz com que não sejam vendidas e acabam por permanecer dentro dos mesmos vasos anos a fio , onde acabam por criar magnificos Nebaris e troncos maduros.


Excelentes bases, no entanto um pouco grandes:


Uma Ceratonia Siliqua bastante atraente com algumas toneladas.


 Oleas também bonitas para uma base Bonsai,mas com dimensoes não muito apropriadas para treinar.


E por os cantinhos mais desprezados das ditas casas de comercio





Começam a aparecer as arvores que me atraiem para começar a construir como Bonsai.

Uma base incrivel que por certo vive dentro dentro deste vaso á bastantes anos,a medir pela envergadura do tronco com talvez 40 ou 50 cm de diametro.


Dificil de fotografar devido á impossibilidade de desarredar o vaso do lugar,pois as suas raizes já se encontram cravadas no solo de onde escaparam pelos buracos de drenagem.





Uma base fabulosa com um nebari de uma maturidade incrivel,coneço e com as saidas de ramos em optimas posições.
O recepiente onde se encontra desfez-se com o desenvolvimento dos musculos que compôem a base.




Nos locais mais "aprumados" da venda,também se encontram futuros Bonsai.
Arvores algumas com 3 e 4 metros de altura,com os tais 50 ou 60 cm para aproveitar.













Sumo de 50 cm de base aprox.

E uma arvore que me vai dar bastante gozo construir.
Uma base Ficus Tropical completamente atipica,mesmo fantasmagorica.
Que cresceu no horto de uma maneira absolutamente incrivel,criando umas formas no Nebari estranhicimas,ficando a base suspensa no ar pelas raizes.
O tronco principal ,supostamente teve algum acidente á varios anos e por isso foi abandonadano mesmo vaso retrocendo-se e controcendo-se chegando aos dias de hoje com uma constituição bizarra.


Vai ser um trabalho para dar largas á imaginação,bastante fora do comum.



E meu episódio Bonsaistico de hoje,continuou por entre as centenas de arvores e arbustos  envasados.



As Punicas Granatum:









Inspirado pela historia e fotos das Tetrameles de Ta Prohm (click)
adorei  uma Ficus tropical para construir uma ramificação sobre este Nebari, uma arvore que me dará também bastante gozo de construir por certo:







E foi mais um episódio Bonsaista  que passei ,desta vez algumas horas por entre arvores e arbustos,envasados e colocados em recintos á espera de algum comprador,seja para agricultura,ornamento ou mesmo para apenas aproveitar um troço da base para tentar construir um Bonsai.




7 de OUTOBRO DE 2010
 EPISÓDIO DECIMO TERCEIRO




3 comentários:

Fernando 8 de outubro de 2010 às 18:56  

Muito bom blog. Eu sempre gostei do bonsai, e eu ainda tenho várias. Não tenho mais nada agora, toda vez que eu fui de férias eu estava em apuros (terra ir um mês). Mas eu ainda gosto deles.
Obrigado por se tornar um seguidor do meu blog, eu também estou prestes a tua.
Saudações

Nuno Nunes 9 de outubro de 2010 às 14:07  

Boas árvores. Tu lá descobres essas coisas todas eheheh
Abraço

Rodrigo Sousa 9 de outubro de 2010 às 23:48  

Hola Fernando.

Muito benvindo por aqui.

Á uns tempos que acompanho o blog das suas pinturas,e desenhos (sou um grande admirador de desenho e de pintura de aguarela,mas o meu grande fascinio vai para o carvão).
Gosto bastante da sua web,e dos textos e houve um Post inclusivé que me impressionou bastante,e tenho mesmo gravado no computador,pois coincidio com uma situação que tive identica,impressionando-me bastante o seu relato e estado de alma na altura.
Sou também como já deve ter reparado,um grande aficionado pela fotografia de paisagem e macro-fotografia abstrata.E as suas fotos tenho gostado bastante.

Sempre que o desejar,é bem vindo aqui por este cantinho onde vou fazendo algumas publicações para registar trabalhos e alguns temas associados relacionados com os Bonsai,e claro com a Deusa desta arte que são as formas que a natureza cria em plantas em estado natural ao longo dos anos.

Un saludo desde a zona sudoeste do Continente Europeu.


Viva Nuno...
Esses olhos bem afinados dá para trazer "resmas" de plantas para trabalhar já bem maduras...Depois falta o resto...
Mas com bases que a gente goste dá bastante gosto formar a arvore com o tempo.

Haja saude..(E algum capitalzito para gastos e postas de bailas,e muda para o Cascalhevense).

Um abraço
Rodrigo

eXTReMe Tracker

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP