sábado, 14 de novembro de 2009

Bushin - 1º Trabalho



ESPIRITO DE BUSHIN
Dez meses com um vulgar Buxus de viveiro



Um Buxus Sempervirens como tantos outros que encontramos em qualquer horto ou viveiro por aonde passamos.
Este teve a particularidade de estar tão mal tratado e tão horrivel para quem queira ornamentar a porta de sua casa.Que era praticamente lixo.
O que me levou a fazer um negocio de ocasião.
E como não desgostei inteiramente da base do nebari,para fazer uma arvorezinha com o tempo,acabei por não regressar do viveiro muito chateado por trazer algo apenas porque era praticamente oferecido.


Fiz apenas uma limpeza das ramas para "desembaraçar" e deixar espaço para algum pedaço de luz penetrar dentro de tamanha confusão.
Pensei unicamente recuperá-lo do estado lastimoso que vinha ,para mais tarde para me acompanhar como pré-bonsai.




Passados dez meses ,fui busca-lo ao cantinho aonde o tinha deixado a restabelecer-se um pouco mais,com o intuito de fazer algo pela renegada planta.
Já tinha olhado com olhos de tesoura e arame varias vezes,e até tinha tido uma semana em que ensaiei alguns desenhos para futuro.
A primeira ideia que nos ocorre quando o material não é o melhor,nas folhosas ,normalmente é podar tudo e começar de novo.

Passados dez meses e com a chuva a castigar "out-door",fiz da cozinha de minha casa atelier e comecei então a olhar para a planta e a pensar em algo para seguir com ela para Bonsai.

Surgio-me a ideia de aproveitar a abundante ramificação lenhosa para descascar(matá-la)e imaginar uma arvore,que tenha morrido uma parte agredida pela natureza .Um Shuinzinho de cariz alto, meio vivo, meio seco,com a massa verde mais tarde a envolver-se com a parte morta da arvore.

Faca e escovas pouco a pouco fui despelando,e arrancando a cortiça,para seguir com a minha ideia.




Depois de varias horas a raspar e escovar , emendar alguns cortes ,dei por terminada a primeira fase.

O resto foi o normal corte das raizes e envase,um jeitinho aqui e ali e para agora assim ficou.


Só o futuro o dirá se nos daremos bem ou não...
Agora que passei a considerá-lo um projeto.

Espirito de Bushin
Não chegará a nenhum museu,mas vai dando gozo ao meu hobby,para alguns arte...

SE FOR CASO DE NOS DARMOS MENOS MAL,PENSO REALIZAR UM 2º PEQUENO TRABALHO EM MEADOS DO VERÃO COM AS RAMAS "DESCARNADAS".

4 comentários:

Nuno 5 de fevereiro de 2010 às 09:17  

Boas Rodrigo.
Fizes-te um bom trabalho de madeira morta, se tudo correr bem, vais ter um bonsai bem interessante :)
Estou a gostar de ver.
Abraço
Nuno Nunes

Rodrigo Sousa 6 de fevereiro de 2010 às 04:27  

Obrigado Nuno,viva...

Vamos lá ver como reage, penso que é um pouco arriscado deixar ramas vivas muito vazias,por vezes não gosta de nós e seca um ramo do nada...Vou transformando em ramas secas até ao limite!!
Pode ser que ganhe força e então consiga,começar a ter ramas vivas de substituição.
Depende dela,e de mim!!Projetozitos que gosto.

Obrigado pela opinião,um abraço daqui deste lado do distrito.

Luis Alfredo Mangiarua 17 de fevereiro de 2010 às 12:29  

Muy bonito Rodrigo, va ser un muy buen bonsai.Saludos
Luis Alfredo de BonsaiBaires

Rodrigo Sousa 18 de fevereiro de 2010 às 14:28  

Gracias Luis.
No vay a ser ton hermoso como el tuyo,pero mi gusta.
Tu base és mas fuerte,la voy a acompañar,un trabajo quasi en mismo tiempo.
Un gran saludo Luis para Buenos Aires,hace Portugal.

eXTReMe Tracker

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP