domingo, 15 de novembro de 2009

Prunus Dulcis ou Amygdalus - Silhuetas & Mais (Outono)


"Almond Branches in Bloom"
Pintura de 1890 : Vincent van Gogh


Nem só das flores Invernais vive a atração da nossa Amendoeira.
Silhuetas de Outono
Prunos Dulcis ou Amygdalus





As admiraveis formas  tipicas das ramagem do Prunus Dulcis,sinuosas e retrossidas de uma forma por vezes um pouco "ghost",muitas vezes para contemplar ao fim da tarde.Que dão-se a mostrar quando despida de folhagem nos finais de Outono.



Literati




































HELLO!?




Alguêm disse que a madeira morta não se proporcina ás arvores folhosas?









Conecidade invertida









Todas as fotos realizadas no meu Kintall no Outono 2009.

Nome Vulgar : Amendoeira
Inicio     Menu

8 comentários:

Rui Ferreira 16 de dezembro de 2009 às 07:50  

Olá Rodrigo

Belos exemplos das formas naturais do Prunus!
Nas folhosas em geral não se usa madeira morta pela pouca dureza mas se vires livros da Kokufu em todos eles aparecem excelentes exemplos de madeira morta em exemplares do Prunus e muitas vezes em Crataegus.
Na Natureza são raros os Prunus com muita idade que não possuam Sharis,Uros e Jin.
Continua com as tuas pesquisas pois a maior fonte de inspiração para mim também é a Natureza.

Rodrigo Sousa 16 de dezembro de 2009 às 09:19  

Olá Rui.

São fotos que tirei todas aqui perto de mim.
E realmente tenho notado como dizes,em todos os exemplares mais idosos (sem excepção),os jins,urus e muita madeira morta que se forma,especificamente no Dulcis.
Fazem silhuetas extraordinarias de Outono,mas a floração Invernal quase que "abafa" essa epoca do ano na especie.
É pena ser pouco explorada esta variedade,penso que talvez por não conseguir competir com os Prunus Asiaticos de mais facil cultivo, aquizição,rapidez e tecnica??Mas a razão também desconheço.
Em Bonsai apenas falei com 2 ou 3 aficionados interessados no Dulcis,os restantes aconselham sempre vivamente o uso de outras variedades do Prunus(mais rapido,mais facil),mas para além desses bonitos exemplos,também gosto das especies que convivo diariamente na natureza.
Tenho aqui algumas fotos de Pré-bonsai e Bonsai de Dulcis.Quando houver tempo a ver se publico.
Obrigado Rui pela resposta e bem vindo.

Cumprimentos
Rodrigo

Nuno Encarnação 16 de dezembro de 2009 às 14:52  

Oi Rodrigo!
Belas fotos e dá para ver que tens olho e sensibilidade para encontrar imagens bastante bonitas na natureza.
Vou-me inspirar nas tuas imagens antes de pegar aqui na minha amendoeirita.
Um abraço,
Nuno

Rodrigo Sousa 16 de dezembro de 2009 às 20:30  

Olá Nuno.

Acho que já te tinha dito.
A tua Amendoeira tem um tronco soberbo(mesmo Amendoeira,com casca e movimento) para com gosto e alguma tecnica claro,ires fazeres uma arvore muito boa,ao longo do tempo.
E tens todas as opções possiveis,a mais rapida quando temos apenas o tronco como base é sempre o literati.Mas penso que nas folhosas que brotam bem no tronco(ao contrario das coniferas)as hipoteses passam quase a ser infinitas e para mais na Amendoeira que como se vê normalmente são arvores sem grandes bases de tronco,são sempre mais elegantes e afinadas até as idosas, com aquelas ramagens retrocidas que tanto gozo e tempo leva para se fazer as proporções em Bonsai.(Corta e cresce,cresce e corta e ramas de sacrificio de dois e mais anos).Trabalhos enteressantissimos,mas mais lentos de se ver resultados para exposiçoes.
Estou a torcer por ela e vai ser uma arvore que vais adorar de construir.

Um abraço
Rodrigo

Luiz Fogolin 16 de dezembro de 2009 às 23:13  

Ola Rodrigo
As tuas fotos são fantasticas,da gosto visitar o teu blogue.
parabens.
Luiz fogolin

Rodrigo Sousa 18 de dezembro de 2009 às 08:11  

Bons dias Luiz.

Muito bemvindo.
É sem duvida uma altura do ano fenomenal nas caducas,e as caducas autocnes,é mesmo quando ensinam e fascinam,as suas estruturas de ramificação no seu naturalismo(por vezes fico um pouco desiludido,quando pesquizo especies menos utilizadas em Bonsai,e que fazem parte aqui do meu Kintall),noto que há uma grande vontade de apresentar resultados rapidamente que afetam muito a elaboração de um bom trabalho.(Isto nas folhosas,nas coniferas a historia é completamente diferente).

Quem goste disto,cada vez chego mais á conclusão,que é na natureza que se vai buscar a maior fonte de aprendizagem,desenho e imaginação para futuros projetos em vaso.

É uma vertente da fotografia que encaixa muito bem com a arte Bonsai,onde se pode admirar a formação de ramificação e tudo o resto,que varia de especie para especie,mas que depois abre-nos mais a mente para trabalhos com plantas envasadas,aliado á técnica claro..

Não me canso de passeios Outono/Invernais pelos campos,e por vezes tiro fotos aqui para o PC como ensinamento.

Obrigado pelas suas palavras Luiz.Fico contente de não ser só eu que goste das fotos e estruturas das arvores nos campos e na sua naturalidade;que muitas vezes sem ajuda humana são autenticas obras de arte para nos inspirarmos.

Um abraço.

Anónimo,  6 de janeiro de 2010 às 18:21  

Ola, alguem poderia me dizer onde eu encontro AMENDOA DOCE (PRUNUS DULCIS)???
Eu preciso da amendoa em si.

me ajudem, por favor

crismtv@hotmail.com

Rodrigo Sousa 7 de janeiro de 2010 às 06:28  

Olá.
Eu deduzo,que você viva no Brasil?
Aqui onde habito(Portugal),é um fruto muito usual,vende-se em qualquer loja de alimentos.
No Brasil nem tinha ideia de ser de dificil aquizição.
Terá de se informar por aí.
A unica coisa que posso fazer é mandar-lhe um pacotinho daqui.
Mas penso que não vai resolver o problema.Só por simpatia.

Cumprimentos.

eXTReMe Tracker

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP