segunda-feira, 5 de novembro de 2012

KINTALL Big Brother - EPISÓDIO VIGÉSIMO OITAVO






EPISÓDIO VIGÉSIMO OITAVO


 ----  VASOS AQUATICOS  ----
"SAIS"
-1ªparte-



05-11-2012



E mais um episódio Bonsaista do meu Kintall desta vez SUBAQUÁTICO!!
Quem diria debaixo das águas do oceano também se pode exercer uma atividade relacionada com o Bonsai.
Neste caso com os vasos para cultivar árvores tratadas sob regras Bonsaistas ,ou kusamonos para acentos de Bonsai...




Ora e o Big Brother Bonsaista deste adito à atividade começou na costa Oeste de Portugal num dos cabos que vêem referenciados nas cartas maritimas (e terrestes) como Cabo Espichel na zona de Sesimbra.



Um lugar magnifico pelas paisagens como quase todas as pontas de terra firme que entram por o mar a dentro e ficam completamente desprotegidas dos ventos e mudanças bruscas climáticas.

São lugares que se não forem demasiado "manipulados" pelo homem adquirem caracteristicas bastante próprias quer na vegetação como na sua própria morfologia.


E foi num desses locais que se passou este meu episódio ... Bonsaista??
Munido de equipamento para poder submergir os quantos metros de baixo de agua , foi aí que procurei alguns bocados soltos de rochas formadas pelo movimento das aguas oceanicas e que formam algumas formas que achei interessantes para aproveitar para envasar plantas.


















As fotografias que coloquei aqui neste episódio do meu Big Brother Bonsaika estão tal e qual como foram capturadas sem qualquer trato ou limpeza ....











E estou a pensar usar estas pedras ou não sei bem como lhes denominar, para servir de vasos a uma espécie que penso que tem grande relação com estas ??? e que poderá resultar devido a ser uma espécie que abunda nas falésias maritímas do meu Kintall a Aroeira ou Lentisco ou cientificamente Pistacia Lentiscos e que se desenvolve a maioria das vezes agarradas a cavidades das rochas e ai prosperam e colonizam e dão vida a zonas áridas em que poucas plantas têm sistemas naturais para sobreviver...









Com estas pedras aquáticas ainda terei pelo menos mais um episódio do meu dia a dia Bonsaista a tratar as pedras de maneira que fiquem preparadas para poder usar como vaso..
Será um episódio bastante trabalhoso em que terei de ferver todas as pedras aplicar um produto para eliminar a salinidade depois ainda aplicar um outro produto de impermiabilização ,escolher as frentes e fazer os buracos de drenagem..ufa !!
Bonsaista ou pseudo-bonsaista não morre de tédio!!


5 DE NOVEMBRO DE 2012
EPISÓDIO VIGÉSIMO OITAVO


2 comentários:

CYD 5 de novembro de 2012 às 21:12  

Que buena pinta tienen Rodrigo,y no estan nada vistas este tipo de piedras. Me recuerdan un poco a las Kuramas.

Un saludo

Rodrigo Sousa 7 de novembro de 2012 às 13:22  

Hola Carlos.
Las piedras de el publicacion son sedimentares pero muy duras y muy viejas lo sée porque una de las piedras tiene un fosil (estay aqui clica) y tenive en los catalogos a mirar suy nombre y idade y lo descobri como un Tylostoma torrubiae qui solo en Cretacio superior existiram..por iso mira qui mismo sedimentares tienen muchos muchos seculos qui hacen con qui estan muy duras y créeo asi qui van bien para hacer de maceta.
Existen piedras magnificas por todo el mundo para hacer macetas no solo en rio Kurama,pero en esa region del Japon los aficionados teniam mas a las manos esas magnificas piedras y con el marketing Japones quedaram conocidas y con precios milionarios por tudo el mundo Bonsai.Sin dudas qui son magnificas pero buscando ay muchas magnificas por todas las zonas del planeta para poner una arbole cultivada.

Un saludo grande desde Portugal y gracias por el comentario.

eXTReMe Tracker

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP