sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

CACTUMONOS - AGAVES

CACTUMONOS








AGAVE


Uma espécie que se vê bastante nos campos,nas serras,nos lugares mais inóspidos,por vezes em vasos ou em jardins.
Uma "planta importada" que aos poucos tem-se tornado parte da paisagem do meu Kintall,"intrometemdo-se" entre Prunos e Oleas ou entre Ciprestes e Quercus..














É uma espécie que segundo informação que busquei desde o meu interesse em aproveitá-la para Kusamono,foi com curiosidade que que deparei com uma planta que anuncia a sua morte com a ultima e primeira floração..Uma mística de dever cumprido!
Nasce,cresce e por fim deixa para o que virá centenas de sementes e padece voluntariamente.






Mais místico e curioso será ainda a designação que lhe tem sido embutida como o terminis do seu ciclo no ano 100 da sua vida.Sendo apelidada comummente por a "árvore dos cem anos" nos países com idioma Inglês (Century Plant).

Pois não passa mesmo de um mito,pois conforme rebusquei em literatura mais cientifica,a maior parte das variedades de Agave vai florir (e morrer de seguida) em 20 a 30 anos e muitas em menos tempo,sem se ter encontrado uma explicação para o porquê do momento em que o faz.




Outra curiosidade é o pais de onde é originária ser um pais que tem como uma das embaixatrizes por o mundo fora,uma bebida que é realizada através da Agave Tequilana, por isso o seu nome de Tequila,como lhe chamaram no México e agora é chamada em todo o mundo.




Na Europa não encontrei nenhum motivo especial da sua importação; por certo não será devido aos seus bicos para comer caracois,nem tão pouco para esperar 30 anos para os amantes da World Music serrarem o tronco da sua inflorescência para produzirem os instrumentos de sopro chamados de Didgeridoos (cornetas aborigenas!!),que já estiveram em grande moda pela Europa.



.. em cima e em baixo duas fotos que realizei a um amigo que fabrica e toca instrumentos de musica através da captura dos troncos da inflorescência de agaves,. 



Talvez para sebes aguçadas delimitadoras de propriedade??,ou apenas para ornamento de espaços?? ou para produzir licores ou medicamentos ?? não existe ou pelo menos, não encontrei nada nem nenhum documento que retrata-se esse aspecto..sabe-se apenas que chegou à já alguns séculos e que agora está de "pedra e cal" nos mais variados locais...


???!!

Catalogadas estão 225 variedades ,talvez houve-se algumas mais apropriadas para aplicar em pequena escala,com as folhas mais delgadas e mais apelativas..contudo interessei-me pela variedade que faz parte do quadro do imaginário da minha vivência : a Piteira como normalmente são conhecidas ou a Agave Americana no seu nome cientifico.

Agave Americana


Agave Americana
var.mediopicta alba

Folhas com listas amarelo e azulado...Azulado do lado de fora.


Agave Americana 
var.marginata aurea

Folhas com listas amarelo e azulado...Amarelo do lado de fora.


- Decidi tentar fazer algumas plantas de acento com esta espécie!!



Kusomono exposto no 3ºCongresso Português de Bonsai 2011 pertncente a Rui Ferreira e que acompanhava um Bonsai da espécie Pistacia Lentisco.

(Olá Rui Ferreira ,se por acaso leres isto é só para te informar que foi devido ao teu PITEIROMONO que ando á mais de um mês enredado em Agaves)..






Aprefundei um pouquinho mais o conhecimento sobre esta suculenta tão comum no meu Kintall...
E decidi tentar alguns Kusamonos com a mesma, que talvez possam vir a dar um "cheirinho" de rusticidade ao acompanhar algum Bonsai que esteja contido neste contexto.


Guardo aqui neste "post" os trabalhos que realizarei com a espécie em pequenas rochas (Big Brother Kintall Ep.24 - click) produzidas pela natureza..


CACTUMONOS

ALGARVE









*********************


MENU KINTALL


Ps: A Agave não é um Cactu..não faz mal!!


9 comentários:

Rui Ferreira 17 de dezembro de 2011 às 09:15  

Olá Rodrigo
O meu Kusamono de Agave fi-lo à 15 anos e com uma rega severa e muito pouco adubo a verdade é que as folhas com o passar dos anos diminuem cada vez mais o tamanho e aumentam a sua delicadeza.
Este está plantado numa parte de vaso quebrado que encontrei na praia polido pelo mar.
Estes vasos são utilizados aqui no Algarve para a pesca ao polvo servindo como "ratoeira" para os mesmos.
Penso que o ponto alto na criação deste Kusamono será ver se ele alguma vez dará a floração como os seus irmãos na Natureza e qual será o tamanho desta!
Mesmo que esta planta alguma vez floresça a característica do Agave é que embora a planta "mãe" morra logo após a mesma floração produz contudo novos brotes a partir da base garantindo a continuação da espécie não só por semente mas também por novos clones por separação.
Abraço

Jose Antonio 17 de dezembro de 2011 às 15:32  

Son originales, pero ten cudado al podas, la savia es irritante para la piel.

Rodrigo Sousa 18 de dezembro de 2011 às 09:24  

Olá Rui.

Essas armadilhas chamam-se alcatruzes,é incrivel mas ainda são usadas na pesca artesanal para capturar os Polvos,que tem tudo a ver com Agaves porque quando desovam logo de seguida morrem voluntariamente!!
Agora arranjas-te a bonita,vou começar a olhar para as alcatruzes e começar a ver vasos para bonsai!!

Obrigado pela historia desse Kusamono,já te tinha dito acho-o fabuloso..

Gostava de te fazer uma pergunta relacionado com esta espécie..Quando podas a planta,retiras o rebento que sai de dentro e será a nova folha (aquela folha enroladinha no centro),ou vais podando as folhas mais velhas de fora?

Ia experimentar os dois métodos para ver.

Um abraço e claro obrigado por o comentário que envias-te.

Hola Guerao bienvenido por aqui.
Tienes razon!Mis manos estan en una lastima!
Un saludo.

Rui Ferreira 18 de dezembro de 2011 às 10:23  

Só podo as folhas velhas e secas do exterior.
Por si só a planta fará novos brotes e formará um pequeno grupo!

Pedro Nascimento 18 de dezembro de 2011 às 16:12  

gostei das combinações do agave com as rochas ;-)
1abraço...

Pedro Nascimento 18 de dezembro de 2011 às 16:14  

a eliminares folhas,serão as velhas de fora ;-)
abrç...

Rodrigo Sousa 19 de dezembro de 2011 às 18:42  

obrigado rui e pedro pela resposta..assim escuso de ir por tentativas para tentar miniaturizar a própria planta..pensei que em retirar a folha nova a planta poderia não cresce,mas isto era uma suposição sem fundamento..agora já tenho algo fundamentado..Rui essa de estares à espera da inflorescência,lembras-te de cada!!

Nuno Encarnação 12 de janeiro de 2012 às 14:15  

Viva Rodrigo!

Inspirado por ti e pelo Rui, lá saquei no outro dia um pequeno rebento de agave e coloquei num vasito para fazer um kusamono.

Vamos criar aqui o clube dos "KusAgaves". ;)
Lol

Abraço,
Nuno

Rodrigo Sousa 13 de janeiro de 2012 às 17:54  

Viva Nuno..

Não era má ideia duas pessoas já se pode considerar um clube!

O Rui não me parece que queira ser sócio,na mesma sacavamos as fotos do Blog do Jardim de Bonsai e era um participante obrigado..Corriamos era o risco de não mais nos falar!!

Manda-me fotos para o gmail a ideia não é má e até podiamos alugar alguns para festas!!

Um abraço Nuno e manda-me fotos.

eXTReMe Tracker

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP