domingo, 27 de maio de 2012

OLEAL - ZUMO - Escolha de ramas para desenho + Isolamento madeira morta ..




OLEAL






ZUMO 


Tenho estado a dar a volta ao OLEAL , porém não tenho realizado imagens nem apontamentos.
Esta árvore que lhe chamei ZUMO para poder saber qual é (por números torna-se mais dificil,Oliveira 1,,Oliveira 2 ,, etc..)
Foi a única árvore deste pequeno grupo que se encontra em treino para vaso Bonsai que tirei fotos e vou fazer o apontamento dos 1ºs trabalhos pós transplante após a fase de enraizamento..


A árvore respondeu bem e como mais ou menos planeado se a planta responde-se positivamente ao transplante :

Fazer um rascunho do que tentarei fazer para o seu futuro.- Escolher as ramas para esse desenho (desde as quais irá ser formado a totalidade do Bonsai)- Isolamento das partes que serão usadas como madeira morta.


Desenho que fiz para me orientar quanto a um objectivo futuro..

Para chegar a um desenho precisei de observar bem as ramas "dísponiveis" e escolher as que me pareceram mais bem posicionadas para construir a árvore.



 25 Maio 2012









Escolha de ramas para desenho









Escolhidas as ramas,todas as restantes foram podadas (eliminadas) e o processo que vou utilizar para construir a ramificação é o que tenho utilizado nesta espécie de crescimento livre até alcançar os diâmetros desejados e nessa altura podados para continuar a formação em corta e cresce.
Uma técnica que sem duvida é bastante mais morosa para a árvore ter desde logo alguma silhueta como se fosse construída através dos habituais arames; mas que tenho gostado dos resultados que dão à ramificação um aspecto bastante mais sinuoso típico das velhas oliveiras dos campos (sem stress!!).  






Isolamento da área que será utilizada para madeira morta 



Canivetezinho alentejano!!






A foto de como ficou e pronta para seguir a sua formação ........



Um tarolho com três ramas!!
Pode ser que se consiga fazer um pequeno Bonsai da espécie Olea com o tempo a partir da construção de toda a ramificação desde o zero.
O que me parece positivo no "tarolho" é ter uma cortiça muito boa envelhecida e uma base bastante "bruta" que se pode aproveitar para realizar um ZUMO bonsai com o tempo!


Os paus são para facilitar a "irrigação" de seiva às pontas das guias e tentar com isso  acelerar um pouco o seu crescimento e consequentemente a grossura das mesmas,que é o único objectivo desta fase.


 Vou fazendo apontamentos destas 1ºs fases de treino,e que tenho trabalhado de igual forma em quase todas as plantas da espécie neste estágio primário de formação,quando tiver resultados mais concretos (3/4 anos?) pretendo fazer uma publicação para arquivar evitando assim estar constantemente a me repetir em trabalhos semelhantes ..


A manutenção da planta agora consiste apenas em uma adubação muito forte (quase violenta),muita agua que o solo que está cultivada assim o permite,muito sol (máximo possivel),e eliminação de todos os brotes e "ramitos ladrões" que tanto jeito dão na fase de enraizamento ..
Quando alcançados os diâmetros desejados para as ramas passará então para a seguinte fase de formação.(Sem stress!!)


P.S. - Este pequeno trabalho podia ter sido realizado na altura do transplante,mas optei por esperar pela reação da planta para o efetuar.
(Sem stress!!)


OLEAL (click)

MENU KINTALL (CLICK)




0 comentários:

eXTReMe Tracker

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP